top of page

A Parashah “Wa YH:Y”






BS”D

A Parashah “Wa YH:Y”

Rav Yohanan Yedidyah



Essa “Porção semanal”, que encerra a leitura do Livro de Gênesis, refere conhecimentos que já foram revelados antes nesse Livro Sagrado, “BeReshyt”.


Jacob, idoso e prestes a falecer, pede a seu filho José que não o sepulte no Egito “Quando eu dormir com meus pais”. (47:10).

Já tinha sido revelado que o Ser Humano foi feito “dual”, corpo e espirito. Realmente mais espirito do que corpo. (2:7). O original hebraico dá ideia mais clara. O Hebraico tem “singular”, “dual” e “plural”. “Nishymat Haym” é “alma de duas vidas”.

Nosso patriarca Jacob-Israel morreu só no corpo, que foi decomposto na cova de”Macpelá”, cumprindo o “Tu és pó e ao pó tornarás” (3:19).

Seu espírito é a parte permanente de sua pessoa, que vai se encontrar com seus pais e avós, no mundo Espiritual. Mas voltará aqui à terra, gerando outro corpo, que também morrerá, e mais outro, e mais outro, tantos quantos necessários para o crescimento e a santificação, de sua pessoa.

Isso também foi mostrado nesse sagrado Bereshyt. Noé (Noah) “andou com D’us”, em companhia de D’us, em comunhão com D’us. Isso, depois de suas sucessivas “gerações”. Depois de ter sido gerado no ventre sucessivas vezes, Noé cresceu e “andava com D’us” e recebeu a sua graça. (6:7-9).

Na próxima visita de José, Jacob vai se esforçar para sentar na cama e falar. “D’us Todo Poderoso apareceu-me em Luz, ...abençou-me e disse-me”. (48:3) É a ânsia que o ancião tem de transmitir sua mensagem, enquanto há tempo.

Toda pessoa idosa se torna filosófica e meditativa. Por que eu fui gerado(a) desta vez? Qual é a experiência ou revelação que preciso transmitir à minha “semente”? E Pai Jacob tinha uma importante revelação, que ele tinha recebido do ETERNO D’US, em LUZ, depois chamada Beit-EL, em Canaan.

“... Eu te farei frutificar, e te farei multiplicar, e te farei por multidão de povos, e darei esta terra à tua semente... para possessão eterna” (48:4).

Essa Revelação do ETERNO a Jacob-Israel é uma repetição e uma confirmação. Ele já havia celebrado a aliança com Abraham (15:5-20) e confirmado a Isaac (26:3-5). São, respectivamente, avô e pai de Jacob. O ETERNO cumpre, certinho, de transmitir sua Aliança à “Semente”.

Como pode um descendente que está distante, forçado ou não, deixar de retornar? Seria uma perda lamentável. Ou pode uma comunidade judaica, uma “Quehilah”, exigir que o descendente convicto se converta ao Judaísmo para poder recebê-lo?

A conversão é para o não-judeu que se convenceu de cultuar o D’US Único. Força-la (de novo) a um descendente, é levá-lo a cometer uma infidelidade. Sim, porque o converso confessa, implicitamente, que não é nascido judeu.

Na Revelação a Jacob em Beit-EL há uma declaração que tem passado desapercebida. O ETERNO, Bendito Seja, promete a terra de Canaan à “Semente” em possessão ETERNA. Ehin? Vida eterna na Terra? Precisamos dar mais atenção e meditação a esse tema. Verifiquemos a continuação no “TaNaKH” aonde está declarado que “A Palavra do ETERNO é provada” (Salmo 18:10)

É a Palavra textual, na Torah de Moisés, de que a posse de Canaan será ETERNA. Em Canaan está o Monte Tsion dito “Morada do ETERNO”.

Aí estará o centro do Reino do ETERNO, implantado na Terra, sob o Governo do Rei David, como devemos estudar para frente.





41 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


B"H por dispormos dessa tecnologia que nos torna possível instruir Haverym (irmãos) em seu domicílio. Gratidão ao Neto Carlos Ab-Dias que fez "subir" esse texto para o website. Que o Espírito do Eterno conduza os resultados (Genesis 1:2)

Like
Post: Blog2_Post
bottom of page